AET (Análise Ergonômica do Trabalho)

As companhias que levam a sério a integridade física e mental de seus trabalhadores observam consequências positivas. Sendo assim, a Análise Ergonômica do Trabalho (AET) chama a atenção como um mecanismo que oportuniza aos empregadores descobrir as falhas internas.

A partir daí as organizações podem ter elevação no rendimento coletivo, aprimoramento na satisfação interna e o fortalecimento do trabalho em grupo. Essa valorização ao funcionário se encaixa em uma postura empresarial equilibrada e alinhada às principais tendências do mercado de trabalho atual.

Isso porque a AET gera uma análise das condições reais das vagas de trabalho e dos processos organizacionais vulneráveis.  Dessa maneira, dá para tomar medidas a fim de acabar com essas problemáticas organizacionais e minimizar as condições desfavoráveis aos funcionários.

O que é Análise Ergonômica do Trabalho

Vale salientar que a AET permite pesquisar, descobrir e avaliar adequadamente os serviços e itens usados por cada funcionário. Isso durante a execução de todas as suas tarefas no horário de trabalho.

Para esse propósito, são apurados os perigos ergonômicos em questão nos dispositivos, maquinário, ações e como elas são feitas. Também se monitora o espaço propriamente dito, averiguando a taxa de barulho, temperatura, luz e outros. Pois, esses itens podem provocar até enfermidades nos trabalhadores.

Toda companhia cujos colaboradores façam tarefas perigosas necessitam efetuar esse processo de maneira individual. Esses afazeres podem abranger transporte, descarga, carregamento de mercadorias, além de trabalhos que exigem muita força muscular em determinadas partes do corpo.

Ou seja, são serviços que carecem grande empenho físico nos ombros, braços, pernas, pescoço e coluna. Mas, qualquer demanda que exija concentração e comprometimento mental também entre nesta lista.

É importante salientar que a AET segue os parâmetros definidos pela Norma Regulamentadora Número 17, do Ministério do Trabalho. A medida definiu os termos que oportunizam o ajuste da situação das tarefas laborais características psicofisiológicas dos respectivos funcionários.

Desta maneira, é possível conceder o máximo de segurança, comodidade e rendimento dos trabalhadores em seus postos. Tudo isso sem que haja uma sequela negativa parcial ou definitiva para a saúde.  

Elaboração de uma AET

Vale salientar ainda que a NR-17 não estabelece os responsáveis pela criação e assinatura da AET. Devido a isso, esse é um tema que sempre desperta questionamentos entre empregadores e empregados.

De acordo com uma nota técnica do Ministério do Trabalho, essa questão pode ser sanada por um profissional do nicho de ergonomia. É indispensável que esse especialista tenha qualificação acadêmica neste assunto para que a avaliação tenha realmente validade perante a autarquia responsável pela fiscalização.

Isso porque a AET se refere a uma documentação essencial, conforme a NR-17.

Como a AET pode ajudar a reduzir as faltas dos trabalhadores?

O procedimento da AET deve auxiliar a descobrir quais as funções, mecanismos e ambientais têm potencial danoso aos funcionários. Assim, o empregador conseguirá identificar os principais motivos de faltas, afastamentos, doenças laborais, desânimo e até solicitações de desligamento.

Com a percepção real das falhas da companhia, dá para investir em atitudes que erradiquem esses elementos.

A partir daí, é esperado que o clima na organização passe a melhorar gradativamente. Bem como as ausências por dificuldades mentais e físicas sejam reduzidas pouco a pouco.

Vantagens com a adoção da Análise Ergonômica do Trabalho

A AET auxilia a elevar o retorno sobre investimento (ROI) realizado em cada trabalho, pois a rotatividade é diminuída. Por consequência, existe uma evolução na produtividade na maioria dos setores.

Isso porque é muito mais caro e demorado selecionar, qualificar e aprimorar um funcionário. Portanto, sempre que ocorre um pedido ou a necessidade de demissão, todo o tempo e capital aplicado ali são desperdiçados.

Conforme uma reportagem da Revista Exame, empreendimentos já registraram lucro de quatro dólares a cada dólar aplicado em ergonomia.

Com a AET, há como aprimorar todo o sistema de trabalho e as tarefas desempenhadas. Isso assegura que os funcionários tenham vontade de ficar mais na empresa.

Essa satisfação profissional e sensação de pertencimento a um time diminui as despesas e ainda fornece resultados vantajosos. Fazendo com que todos os investimentos feitos valham mesmo à pena. E as vantagens do AET não param por aí!

 

1 – Diminuição das brigas na Justiça

Normalmente, é possível diminuir as brigas e reclamações na Justiça do Trabalho de antigos colaboradores que sofreram com doenças relacionadas às suas funções. Assim, o empreendimento não tem que lidar com multas altíssimas e disputas legais.

2 – Satisfação interna

Sabe a ideia de vestir a camisa da empresa? É muito mais comum conquistar esse tipo de reconhecimento quando o colaborador se sente amparado pela empresa. Portanto, ele tem pouco ou nenhum interesse em migrar para outra organização.

3 – Reconhecimento dos funcionários

Ao se sentir valorizado, o funcionário é incentivado a fazer o mesmo pelo seu empregador. E, comumente, essa ‘gratidão’ se traduz em níveis altíssimos de concentração, satisfação e produtividade.

4 – Excelência

Com a AET também dá para ampliar os níveis de qualidade e segurança do trabalho utilizados pela companhia. Desta maneira, a reputação da sua marca, produto ou serviço é positivamente afetada.

Enfim, o objetivo da AET é aprimorar a situação de trabalho dos funcionários, fazendo com que tenham qualidade de vida durante expediente.

Para solicitar uma Análise Ergonômica do Trabalho, escolha a equipe certa. Por ser tratar de um documento exigido por lei, é fundamental que seja elaborado por quem entende do assunto. Contratar empresas sem especialização na área para realizá-lo, pode acarretar em consequências negativas no futuro.

Tire suas dúvidas e saiba como podemos ajudá-lo.

Solicite um Contato »

Solicite uma proposta

Preencha os campos abaixo corretamente
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Logo bmpc